Produção científica

Geoconservação ¦ Geodiversidade ¦ Geoturismo

Amorim, 2005 – Construção de um Sistema de Informções Georeferenciadas sobre Geoturismo na Bacia Hidrográfica do Rio Corumbataí – SP. Dissertação de Mestrado. IGCE UNESP Rio Claro. 168 p.

Corvalán, 2005 – Levantamento e caracterização dos atrativos naturais da Bacia do Rio Passa Cinco, através de Geoprocessamento. Dissertação de Mestrado. IGCE UNESP Rio Claro. 118 p.

Garcia, 2017 – The Inventory of Geological Heritage of the State of São Paulo, Brazil Methodological Basis, Results and Perspectives

Kolya, 2015 – Estratégias de Geoconservação Aplicadas ao Patrimônio Geolológico da Formação Irati (Permiano) no Distrito de Assistência, Rio Claro. Monografia. IGCE UNESP Rio Claro. 123 p.

Mello, 2014 – Dinâmica Pluvial e Turismo em Corumbataí – SP

Piedade, 2013 – Propostas para implantação de uma trilha interpretativa com bases na pedagogia Waldorf na FEENA – Rio Claro, SP. Monografia. IGCE UNESP Rio Claro. 49 p.

Ribeiro et al., 2013 – Inventário e avaliação do patrimônio natural geológico da região de Rio Claro (SP)

Rodrigues, 2009 – Diagnístico Ambiental do Município de Ipeúna: Subsídios para o Planejamento do Turismo. Monografia. UNESP Rio Claro. 56 p.

Zaine & Perinotto, 1996 – Patrimônios Naturais e História Geológica da Região de Rio Claro


Sustentabilidade ¦ Planejamento e Gestão Ambiental ¦ Impactos Ambientais

Amorim, Ebert, Horst, 2005 – Integração de informações geológicas para o geoturismo na bacia do Rio Corumbataí e sua divulgação na Web

Corvalán & Garcia, 2011 – Avaliação ambiental da APA Corumbataí segundo critérios de erodibilidade do solo e cobertura vegetal. Geociências v 30. n 2. 15p.

Nobre, 2008 – O zoneamento ecológico econômico como instrumento de planejamento e gestão ambiental: Uma proposta para a Bacia Hidrográfica do Rio Corumbataí (SP). Tese de Doutorado. IGCE UNEP Rio Claro. 249 p.

Ribeiro, 2006 – Sustentabilidade na Bacia do Corumbataí. Tese de Doutordo. IGCE UNESP Rio Claro. 150 p.

Santos, 2005 – Proposta metodológica para o desenvolvimento integrado e Políticas Públicas na Bacia Hidrográfica do Rio Corumbataí – SP. Tese de Doutorado. IGCE UNESP Rio Claro. 212 p.

Spatti Jr et al., 2012 – Impactos Ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeirão Monjolo Grande, Ipeúna, SP. Geografia, Rio Claro. v 37. n 3. 16 p.

Zaine, 1996 – Patrimônios naturais da região de Rio Claro, Ipeúna e Serra dos Padres – Análise da compatibilidade com a ocupação atual e considerações sobre sua exploração

Zoratto, 2009 – Diagnóstico da suscetibilidade à erosão linear, fluvial e assoreamento em trecho da Bacia do Rio Passa Cinco, Ipeúna, SP. Monografia. UNESP Rio Claro. 58 p.


Geologia ¦ Geomorfologia

Almeida, 1964 – Fundamentos geológicos do relevo paulista

Mendes, 1952 – A Formação Corumbataí na região do Rio Corumbataí. Boletim da FFLCH-USP. v. 145. 128 p.

Penteado, 1976 – Geomorfologia do Setor Centro-Ocidental da Depressão Periférica Paulista

Rohn, 1994 – Evolução ambiental da Bacia do Paraná durante o Neopermiano no lesta de Santa Catarina e do Paraná

Sousa, 2002 – Evolução tectônica dos altos estruturais de Pitanga, Artemis, Pau D’Álho e Jibóia – Centro do estado de São Paulo. Tese de Doutorado. IGCE UNESP Rio Claro

Zaine, 1994 – Geologia da Formação Rio Claro na Folha Rio Claro (SP). Dissertação de Mestrado. IGCE UNESP Rio Claro. 98 p.


Cavidades Naturais

Montano, 2014 – Panorama Geoespeleológico das Grutas Areníticas da Serra de Itaqueri, SP. Espeleo-Tema. v 25. n 1. 14 p.

Oliveira et al., 2015 – Novo registro de sítios arqueológicos em cavernas areníticas na região de Analândia, estado de São Paulo. 33º Congresso Brasileiro de Espeleologia. 9 p.

Monteiro & Ribeiro, 2001 – Espeleogênese de cavernas areníticas, Algumas considerações aplicadas à Província Espeleológica da Serra de Itaqueri, estado de São Paulo, Brasil. 13ª Speleo. 9 p.

Ribeiro et al., 2005 – Origem e controle estrutural e estratigráfico das cavernas, tocas, abrigos de Ipeúna e Itirapina – SP. 28º Congresso Brasileiro de Espeleologia. 7 p.

Ribeiro, 1999 – Análise de capacidade de carga de um ecossistema cavernícola, Um exemplo na Caverna do Fazendão (SP-170) – Ipeúna – SP

Vieira et al., 2013 – Potencial espeleológico da Serra de Itaqueri (SP), Trabalhos sistemáticos de exploração, mapeamento, coleta e análise de materiais e dados. 32º Congresso Brasileiro de Espeleologia. 12 p.

Marinho & Schwartz, 2001 – Caverna do Fazendão, Experiências Turísticas de Sensibilização. Turismo em Análise. v 12. n 1. 3 p.


Arqueologia

Araujo, 2001 – A arqueologia da região de Rio Claro, Uma síntese

Paleontologia

Simões & Fittipaldi, 1988 – As Conchas Fósseis da Região de Rio Claro SP. Arquivo Público do Município

Simões & Fittipaldi, 1992 – Fósseis da Região de Rio Claro

Educação em Geociências

Kolya et al., 2018 – Didática no ensino de Geociências: práticas pedagógicas aplicadas à Geodiversidade do Projeto Geoparque Corumbataí