Turnê de divulgação do Livro Geoparque Corumbataí chega a Santa Gertrudes

Nesta quinta, 2 de fevereiro, a equipe do Projeto Geoparque Corumbataí esteve em Santa Gertrudes para dar sequência a turnê de divulgação do Livro do Geoparque Corumbataí, lançado em novembro de 2022.

A equipe foi calorosamente recepcionada pelo Prefeito Lázaro Noé da Silva (o Gino da Farmácia), pela Secretária de Meio Ambiente, Marie Caroline Koch de Moraes, pelo Secretário de Cultura e Turismo, Lázaro Maciel, a Diretora de Meio Ambiente Flávia Crivellari e a Representante da Educação, Marina Duarte Cattae Lima.

Da esquerda para a direita: Secretário de Cultura e Turismo, Lázaro Maciel; Secretária de Meio Ambiente, Marie Caroline Koch de Moraes; Diretora de Meio Ambiente Flávia Crivellari;  Representante da Educação, Marina Duarte Cattae Lima; Geólogo André de Andrade Kolya; Prefeito Lázaro Noé da Silva; Profa. Mariselma Ferreira Zaine e Prof. José Eduardo Zaine.
Da esquerda para a direita: Secretário de Cultura e Turismo, Lázaro Maciel; Secretária de Meio Ambiente, Marie Caroline Koch de Moraes; Diretora de Meio Ambiente Flávia Crivellari; Representante da Educação, Marina Duarte Cattae Lima; Geólogo André de Andrade Kolya; Prefeito Lázaro Noé da Silva; Profa. Mariselma Ferreira Zaine e Prof. José Eduardo Zaine. Foto: Pâmela (Prefeitura de Santa Gertrudes).

Durante a reunião, a equipe do Geoparque fez uma retrospectiva das ações do projeto em Santa Gertrudes e apresentou a relevância do município dentro do livro. A relação do Projeto com Santa Gertrudes começou em 2017 e, desde então, foram desenvolvidas diversas visitas, pesquisas científicas e materiais educativos.

Rodovia com placa marrom, turística, indicando a entrada no território Geoparque Corumbataí
Concepção ilustrativa do portal do território Geoparque Corumbataí. Fonte: PGp Corumbataí.

Santa Gertrudes está representada no Livro em diversos mapas, quadros, gráficos e tabelas com informações ambientais, culturais e socioeconômicas. O município se destaca por ser o portal de entrada no território do Geoparque Corumbataí para a região de Limeira, Campinas e São Paulo. O Mirante “Mata do Caju”, um dos Geossítios de destaque, é um ponto de parada obrigatório para os ciclistas admirarem o Front completo da Serra de Itaqueri, algo único do município.

Além disso, Santa Gertrudes é o maior polo cerâmico das Américas em produção e o segundo maior do mundo. A relevância dos serviços ambientais relacionados à Indústria Cerâmica tem grande impacto no turismo educativo (com escolas visitando pedreiras e indústrias) e de negócios. A Associação Paulista das Cerâmicas de Revestimento (ASPACER) é uma das apoiadoras do Livro do Geoparque.

Por fim, a equipe comentou sobre a estratégias de ressignificação das antigas pedreiras de argila, que têm potencial para se tornarem museus a céu aberto ou até mesmo reservatórios de água para abastecimento público.

Durante a crise hídrica, as pedreiras de Santa Gertrudes forneceram água para abastecer o município de Cordeirópolis, demonstrando o importante papel deste recurso na Integração Regional

Prefeito Lázaro Noé da Silva

O Livro tem grande potencial de uso na Educação, como fonte de informações para professores e alunos, que poderão aprender sobre as características do território e a evolução da história natural, sempre pautadas nas atributos propios do município, fortalecendo, assim, o sentimento de pertencimento da comunidade.

Além disso, o Livro é uma excelente lembrança para os turistas que visitam o território levar para casa e presentear amigos e parentes. A divulgação orgânica deve aguçar cada vez mais pessoas a conhecer as belezas e patrimônios de Santa Gertrudes e região.

Equipes discutem potencialidades do território e parcerias. Foto: Pâmela (Prefeitura de Santa Gertrudes).

A partir deste encontro, a Prefeitura de Santa Gertrudes e a equipe do Geoparque Corumbataí devem firmar novas parcerias para viabilizar a disponibilização de livros para a comunidade e para desenvolver ainda mais atividade de educação geoética e cidadã.

Você também pode adquirir um exemplar do Livro Geoparque Corumbataí, e com isso, contribuir com o desenvolvimento do Projeto.

Imagem da capa do Livro Geoparque Corumbataí, mostrando o título da obra, os nomes dos organizadores e das instituições apoiadoras e uma foto, de autoria de André Kolya, mostrando parte da Serra de Itaqueri, no município de Itirapina.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: